Coronavírus: Apoio financeiro para o seu negócio

Por conta da pandemia do coronavírus e as orientações de que as pessoas devem permanecer em isolamento, os bancos oferecem serviços para minimizar a falta de rendimento dos micro, pequenos e médios empresários. Sendo assim, fizemos um apanhado das opções que você, empresário, tem para o seu negócio não ficar no vermelho nesse período.

CAIXA

  • Reduziu a taxa de juros das linhas de crédito pessoal (crédito consignado a partir de 0,99% ao mês., penhor a partir de 1,99% ao mês e CDC a partir de 2,17% ao mês).
  • Criou a pausa estendida de até duas prestações dos contratos habitacionais
  • Reduziu os juros de até 45% nas linhas de capital de giro, com taxas a partir de 0,57%/mês. Há ainda uma carência de 60 dias nas operações parceladas de capital de giro.
  • Oferece linhas de crédito especiais, com até seis meses de carência, para empresas que atuam nos setores de comércio e prestação de serviço.

Banco Original

  • Oferece taxa zero para pagamento de boleto no cartão de crédito, redução de juros para parcelamentos no cartão de crédito e prazo de 60 dias para pagamento de parcela de renegociação de dívidas, além do prazo de 60 dias para parcelamento de saldo de contratos em dia (medidas válidas até 31 de maio).

Banco Safra

  • Lançou uma linha de crédito especial para evitar o resgate de fundos de investimento nesse período, com taxa prefixada de 0,99%/mês quando for solicitado o resgate de fundos de investimento. A contratação pode ser feita pelo aplicativo e o prazo de validade do plano é definido no momento da contratação.

Banco do Brasil

  • Oferece renegociação especial de dívidas para pessoas físicas e jurídicas com dispensa da primeira parcela, carência de 90 dias e prazo de 2 a 100 meses para o novo contrato.

Santander

  • Aumentou em 10% os limites dos cartões de crédito de clientes adimplentes.
  • Prorrogação de dívidas de crédito pessoal, crédito direto ao consumidor e financiamento imobiliário.

Bradesco

  • Prorrogação de dívidas (a ser negociado nas agências ou via canais de atendimento)

Itaú

  • Permite postergar o pagamento de financiamentos da sua próxima parcela por 60 dias. Durante esse período, será mantida a mesma taxa de juros, sem cobrança de multas.

Além disso, o Governo Federal liberou um pagamento de R$ 200,00/mês pelo período de 3 meses para empreendedores que tenham rendimentos inferiores a 3 salários mínimos mensais.

Essas são as medidas que, até a data de hoje foram tomadas. À medida em que a crise vai se agravando, o quadro pode mudar.

Qualquer mudança importante, informaremos por aqui!

Coronavírus: Apoio financeiro para o seu negócio

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *